Gerador Starter acionado pro correia

Função do sistema Gerador no acionamento pro correia

  • Sistema eletrônico(1)
  • Máquina elétrica (2)
  • Correias i=2...3 (3)
   
 

Devido às novas condições, a utilização de um sistema convencional de tensionamento só é possível em casos de exceção e isto representa um compromisso. Este sistema de tensionamento, neste caso, só serve para um estado de funcionamento, onde o acionamento inicial (marcado em azul) representa o seu estado crítico. O tensionamento elevado para o início também se encontra no funcionamento (marcado em vermelho). O nível da força é mais elevado do que o nível comum de hoje. Este efeito acarreta uma redução da durabilidade de todos os componentes.

Para minimizar isto, é necessário desenvolver sistemas de tensionamento mais adequados, com as seguintes exigências:

  • Assegurar que a força seja constante, tanto na ignição como também durante o funcionamento.
  • Assegurar que o tensionamento seja suficiente para a ignição do motor sobre toda faixa de temperatura.
  • Garantir a durabilidade de todos os componentes.
  • Redução do estiramento da correia e da emissão de ruído.
  • Redução das forças dinâmicas no acionamento por correia.
  • Compensação do estiramento da correia e do desgaste pelo tempo de vida útil.

Nos acionamentos por correia não é possível fazer uma atribuição clara da força pois, na ignição o gerador é um elemento propulsor e no funcionamento ele é um elemento propulsionado. A direção do momento de torque se altera de acordo com o funcionamento. O grande desafio no desenvolvimento de sistemas de tensionamento para as aplicações-RSG é fazer um tensionamento ideal independente do estado de funcionamento. O estado ideal só é atingido quando temos a possibilidade de aumentar a força de pré-tensionamento durante a ignição e ao mesmo tempo reduzindo a tensão no gerador. Além disto, temos que garantir o Boost- und Rekuperationsbetrie nas aplicações RSG de alto desempenho.

Um solução ideal para isto é a utilização do gerador como sistema de tensionamento.