Acionamento do eixo de compensação

Elementos tensores hidráulicos

Os acionamentos dos eixos de compensação estão sujeitos a excitação dinâmica devido às irregularidades rotacionais do eixo de acionamento (normalmente o virabrequim) em combinação com a elevada inércia dos eixos de compensação. Para garantir a operação livre de vibrações, silenciosa e de baixo desgaste, apesar de tais excitações, as vibrações da corrente causadas por essas influências nesse tipo de acionamentos precisam ser estabilizadas. Neste caso, a solução ideal é o amortecimento através de um elemento hidráulico de tensionamento de correntes. A construção mais conhecida para essa finalidade é o amortecedor de espaço de fuga em função de velocidade com amortecimento direcional. Para o amortecimento, este design utiliza o óleo proveniente do reservatório do próprio motor. Na saída, o óleo é aspirado através de uma válvula de retenção para a câmara de alta pressão. Quando o elemento tensionador é pressionado, a válvula fecha e o óleo é pressionado através de um espaço estreito entre o pistão e a carcaça, o espaço de fuga.

Os elementos hidráulicos de tensionamento são caracterizados por:

  • Baixo desgaste devido ao uso de componentes de aço temperado;
  • Ajuste fino do amortecimento através do espaço de fuga;
  • Amortecimento direcionado através da válvula de retenção;
  • Dimensões construtivas reduzidas.

Adicionalmente, um grande número de outras características e funções estão disponíveis como opcionais. A meta consiste e desenvolver o tensionador ideal em termos de funcionalidade e custo para qualquer aplicação.