Sistemas de acionamento por corrente

Válvula de retenção

Em vários pontos do motor, óleo é necessário para reduzir o atrito e o desgaste, como também para reduzir o nível de ruído. Além disso, os modernos motores de combustão interna frequentemente possuem um grande número de componentes hidráulicos. Portanto, é importante garantir o abastecimento constante de óleo em todas essas áreas. Isto se torna especialmente problemático ao dar partida no motor, já que, nesse momento, a maior parte do óleo se encontra no reservatório de óleo, devendo primeiro ser bombeado por todo o circuito de óleo antes de alcançar os locais de consumo. Através de válvulas de retenção adequadamente posicionadas, os furos e dutos de óleo nesse circuito são mantidos cheios de óleo quando o motor é desligado, garantindo uma rápida alimentação de óleo quando o motor é religado. Caso componentes individuais no circuito de óleo produzem picos de pressão no fornecimento de óleo, válvulas de retenção podem ser usadas para evitar que tais ondas de pressão se propaguem.

Válvulas de retenção estão disponíveis em diversas versões:

  • Válvulas tipo globo ou de disco;
  • Vários tamanhos;
  • Várias pressões de abertura.

Válvulas com altas pressões de abertura são usadas para permitir o fluxo somente quando um nível mínimo de pressão de óleo for alcançado. Esta função é usada, por exemplo, nos bicos injetores de óleo INA (um tipo especial de válvulas de retenção).

Graças ao uso de materiais de alta qualidade, as válvulas conseguem resistir, sem problemas, não apenas a temperaturas elevadas mas também a cargas dinâmicas. Elas também se caracterizam por um design compacto e perdas mínimas de pressão.