Sistemas de embreagem

Cilindro escravo

 
 
 
 
 

Os cilindros escravos de embreagem da LuK têm longa vida útil e apresentam baixo atrito, graças ao design especial da vedação central com reforço plástico e o uso de graxas especiais. Existe uma diferença entre os dois tipos de cilindros escravos:

Cilindros escravos concêntricos hidráulicos
Os cilindros concêntricos são instalados dentro do sino de embreagem, onde o cilindro hidráulico envolve o eixo de entrada. São fáceis de instalar e se ajustam automaticamente ao deslocamento da mola diafragma durante o desgaste da embreagem. As carcaças são fabricadas quase que exclusivamente em PVC resistente a altas temperaturas e hoje em dia raramente em alumínio. O design integrado, onde o tubo guia e a carcaça são moldados por injeção como uma única peça é particularmente robusto. Um sensor de deslocamento pode ser instalado na lateral da carcaça em veículos híbridos e sistemas automatizados de atuação de embreagem. O rolamento de desengate pode ser equipado com uma arruela de encosto para reduzir o atrito, ou uma cruzeta de cardan para prevenir a trepidação causada por defeitos geométricos.

Cilindros escravos semi-hidráulicos
A LuK também fabrica cilindros escravos semi-hidráulicos para transmissões por alavanca. As carcaças são sempre fabricadas em PVC e os cilindros estão protegidos com foles de borracha contra contaminantes. Um parafuso de sangria para sangrar o sistema pode ser integrado dentro da carcaça ou fornecido como uma solução econômica no conector da linha de pressão. Sistemas com sensores de deslocamento estão disponíveis para sistemas de atuação automática.