Sistemas de embreagem

Sensores de deslocamento e posição

 
 
 
 
 

Os cilindros de embreagem da LuK podem ser instalados com sensores de deslocamento, ou de posição. Há uma diferença entre os sensores que são montados do lado externo das carcaças e os sensores integrados, que são parte integrante da carcaça. Sensores externos só são recomendados, se apenas uma parte da plataforma do veículo com as mesmas carcaças deve ser equipada com sensores. Já os sensores integrados devem ser usados, quando todos os veículos forem equipados com sensores.

Sensores de ponto de atuação e de deslocamento, ou uma combinação de ambos, são usados nos cilindros mestres de embreagem. Montar os sensores com os cilindros mestres de embreagem significa que chaves, potenciômetros e cablagem dentro da caixa do pedal já não são necessários. Além do mais, os sinais medidos são mais resistentes a tolerâncias. Sistemas com freios de mão e funções liga/desliga muitas vezes só são possíveis graças ao uso de sensores no cilindro mestre.

Os sensores de deslocamento passivos ou ativos são usados nos cilindros escravos de embreagem. O sistema eletrônico de avaliação sensível ao calor dos sensores passivos posiciona-se no conector ou na unidade de controle fora do sino de embreagem.

Estes sensores geralmente usam alvos magnéticos. Os mais recentes designs para cilindros mestres de embreagem não usam ímãs.