Procurar termo

Um passo mais na luta contra a pirataria de produtos Schaeffler destrói 8,5 toneladas de rolamentos falsificados

Pressrelease Stage Image
Rolamentos falsificados apreendidos sao destruidos nas instalacçoes da Schaeffler Ibéria em Sant Just Desvern.

26-11-2019 | Sant Just Desvern

  • Os rolamentos são procedentes de uma importante apreensão na Península Ibérica
  • A destruição de rolamentos falsificados garante que estes não cheguem ao mercado
  • Cumprem-se 15 anos da criação do departamento de Proteção de marca na Schaeffler

A Schaeffler destruiu no passado dia 26 de novembro 8,5 toneladas de rolamentos falsificados. Este foi outro passo importante na luta contra a pirataria de produtos e marcas para a Schaeffler Ibéria e para todo o Grupo Schaeffler. Rolamentos de vários tipos e tamanhos, incluindo os tipos mais comuns de rolamentos de esferas, rolos cilíndricos e rolos oscilantes, foram retirados do mercado numa operação policial anti pirataria e, uma vez concluído o processo judicial, avançou-se com a sua destruição.

Os rolamentos que foram destruídos eram falsificações apreendidas numa importante ação anti pirataria. O objetivo desta operação consistiu na sua inutilização, de forma a evitar que pudessem chegar ao mercado e, consequentemente, causar possíveis riscos para fabricantes e utilizadores.

"A pirataria de produtos e marcas não é um fenómeno limitado à Ásia e ao sudeste da Europa. Também ocorre aqui", diz Ingrid Bichelmeir-Böhn, responsável da equipa de Proteção de Marca Global da Schaeffler. "Além disso, quando se pensa em falsificações, a maioria das pessoas apenas pensa em produtos de luxo ou de consumo, mas também se verifica um aumento de produtos industriais falsificados, relevantes para a segurança, como rolamentos".

A falsificação de rolamentos e a distribuição destes produtos são perseguidas permanentemente pela Schaeffler em todo o mundo e podem ter, em alguns casos, importantes consequências penais. As perdas económicas causadas pela falsificação de produtos são muito difíceis de estimar, já que para além da perda de vendas e danos à imagem da empresa devido à baixa qualidade dos produtos, também há que considerar altos custos da investigação, apreensão e destruição correta dos rolamentos. Não são apenas prejudicadas as empresas que fabricam produtos de marca e que empreendem um esforço importante em pesquisa, desenvolvimento e qualidade, mas também as empresas que utilizam as falsificações e os seus clientes.

A Schaeffler possui, desde 2004, um departamento específico para o combate à pirataria de produtos
Em 2004, a Schaeffler criou uma equipa a nível central para combater a pirataria e a violação de produtos e das suas marcas. Desde então, muito aconteceu: a equipa de Proteção de Marca lidou com vários milhares de casos e, graças a essas experiências em todo o mundo, o caminho a seguir com a finalidade de combater essas infrações foi continuamente aperfeiçoado.

Para garantir a qualidade, fiabilidade e segurança dos clientes da Schaeffler, a Schaeffler avaliou e certificou todos os seus distribuidores em todo o mundo, incluindo-os na página oficial da Schaeffler (www.schaeffler.pt), onde se pode verificar o seu número de certificação. Além disso, a Schaeffler desenvolveu várias aplicações, como a aplicação OriginCheck, que a partir de um SmartPhone permite detetar facilmente a origem de um rolamento, digitalizando o código Data Matrix indicado na embalagem.

Ações contra a pirataria de produtos
A falsificação de rolamentos e a distribuição desses produtos são perseguidas permanentemente pela Schaeffler em todo o mundo, com tolerância zero em relação às empresas que fazem da pirataria um dos fundamentos de seu modelo de negócio.

A nível de consequências, não existe apenas a ameaça de reclamações civis solicitando o encerramento da atividade, danos e a solicitação de entrega dos rolamentos a serem destruídos, como também a ameaça de processo criminal que pode levar a multas ou à prisão.

Por sua vez, a Schaeffler oferece o máximo suporte, colaboração e proteção às empresas vítimas de fraude, ou seja, aquelas que, pensando estarem adquirindo um produto original, adquiriram um produto falsificado sem qualquer garantia.

Participação ativa com associações
Associações como a World Bearing Association (www.stopfakebearings.com), a German Anti-Counterfeit Association (www.markenpiraterie-apm.de) e o Trademark Protection Committee (www.qbpc.org.cn), com quem a Schaeffler colabora, realizam um importante trabalho de consciencialização e educação, para que o público seja informado sobre os riscos causados pela utilização de produtos industriais falsificados. Além de colaborar com os fabricantes de componentes, estas organizações também colaboram com as autoridades relevantes com o objetivo de criar pré-requisitos legais e organizacionais para combater de forma efetiva as falsificações e, portanto, proteger fabricantes e clientes. Em geral, é sempre melhor comprar produtos de uma fonte 100% confiável, por exemplo, diretamente do fabricante ou dos distribuidores autorizados.

Os esforços dão resultado
Nos últimos anos, graças aos esforços realizados, foram realizadas apreensões significativas. Por exemplo, a estreita colaboração entre o Organismo Europeu de Luta Antifraude e a Unidade de Vigilância Aduaneira de Bizkaia possibilitou a intervenção no porto de Le Havre (França) de vários contentores com rolamentos falsificados da marca FAG da China. Após uma intensa investigação, as autoridades relevantes realizaram uma inspeção nos armazéns de uma empresa importadora onde foram encontrados rolamentos da marca “FAG” que, após a análise especializada correspondente, foram considerados falsos.

Este é o caso mais importante depois de 2015, após vários anos de luta, o Tribunal Provincial de Madrid condenou uma empresa importadora a pagar uma indenização de 7,6 milhões de euros à Schaeffler Iberia por violando seu direito de marca registrada, foi demonstrado uma vez que a empresa distribuía rolamentos falsificados da marca FAG.

Outros exemplos de apreensões de rolamentos falsificados deixam claro que estamos enfrentando um problema global e que pode afetar a todos. No entanto, caso um distribuidor ou cliente final tenha alguma dúvida sobre a possibilidade de um produto ser falsificado ao inspecioná-lo, ele pode entrar em contato com o contato local ou diretamente com a equipe de Proteção de Marcas em piracy@schaeffler.com".

Editor: Schaeffler Iberia, S.L.U.
País: Portugal

Meios relacionados
Downloads

Comunicados de imprensa

Pacote (Comunicado de imprensa + meios)

Partilhar página

A Schaeffler aplica os cookies para garantir o melhor uso possível. Ao usar este b site você estará concordando com a aplicação destes cookies. Mais informações

Aceitar