Procurar termo

A assembleia geral anual da Schaeffler aprova o dividendo e um novo sistema de remuneração

Pressrelease Stage Image

08-05-2020 | Sant Just Desvern

  • A assembleia geral anual virtual gerou muito interesse
  • Distribuição de dividendos de 45 cêntimos de euro por ação preferencial
  • Novo sistema de remuneração para o Comité Executivo
A Assembleia geral anual virtual da Schaeffler AG gerou um grande interesse. No momento de maior presença, cerca de 600 acionistas participaram da transmissão da assembleia geral anual. A assembleia aprovou um dividendo de 45 cêntimos de euro por cada ação ordinária sem direito a voto. O índice de distribuição foi de aproximadamente 43%, o que se situa no intervalo de variação de 30 a 50% em função dos lucros líquidos consolidados atribuíveis aos acionistas antes de rubricas extraordinárias."O dividendo proposto é o resultado de um cuidadoso equilíbrio de interesses. Na nossa opinião, é justo e apropriado que os acionistas participem do êxito do ano passado. A nossa base de capital e uma liquidez muito sólida permitem-nos fazê-lo", disse Klaus Rosenfeld, CEO da Schaeffler AG.

Novo sistema de remuneração para o Comité Executivo
A assembleia geral anual aprovou um novo sistema de remuneração para o Comité Executivo que o Conselho de Supervisão da empresa tinha adotado com efeitos retroativos a partir de 1 de janeiro de 2020. Deste modo, a Schaeffler implementa as alterações nos requisitos reguladores para a remuneração dos comités executivos, em conformidade com a lei alemã de implementação da segunda diretiva de direitos dos acionistas (ARUG II), mais rapidamente do que o exigido por lei.

A remuneração do Comité Executivo é baseada nos princípios de ajuste do rendimento e a remuneração, criação de valor e o cash flow disponível. A remuneração variável centra-se na evolução do valor corporativo a longo prazo e sustentável. O novo sistema de remuneração também reforça a orientação para o mercado de capitais e a sincronização dos interesses dos acionistas com o Comité Executivo. Além disso, foi adicionada uma nova obrigação de compra e manutenção de ações, segundo a qual os membros do Comité Executivo devem comprar ações ordinárias sem direito a voto numa quantidade e período previamente determinados, e mantê-las até o final do seu exercício.

Para fazer justiça à crescente importância da sustentabilidade como parte da estratégia corporativa, na remuneração variável também se incluem os objetivos de sustentabilidade. Além disso, os critérios de rendimento foram redesenhados e o plano de pensão dos membros do Comité foi substituído por um sistema baseado em contribuições."O novo sistema de remuneração é claro e transparente. Além da sua remuneração base fixa, os membros do Comité Executivo recebem componentes de remuneração variável a curto e o longo prazo. Assim, juntamente com a modificação do plano de pensões, um dos nossos principais objetivos era vincular esta parte variável da remuneração dos nossos quadros superiores à consecução de objetivos específicos de sustentabilidade. Também considero que a obrigação de comprar e manter ações é um passo importante para que o Grupo Schaeffler se oriente ainda mais para o mercado de capitais", disse o acionista familiar e presidente do Conselho de Supervisão, Georg F. W. Schaeffler.

O registo das votações e o relatório apresentado pelo presidente do Conselho de Supervisão e CEO na Assembleia geral anual realizada à data de hoje estarão brevemente disponíveis em www.schaeffler.com/agm.

O balanço anual está disponível em www.schaeffler-annual-report.com.

Editor: Schaeffler Iberia, S.L.U.
País: Portugal

Downloads

Comunicados de imprensa

Pacote (Comunicado de imprensa + meios)

Partilhar página

A Schaeffler aplica os cookies para garantir o melhor uso possível. Ao usar este b site você estará concordando com a aplicação destes cookies. Mais informações

Aceitar